27 setembro 2007

café, chocolate e cerveja preta

Sempre achei que o chocolate preto, a cerveja preta e o café tinham algo em comum, no sabor, na textura, no prazer de os saborerar. Talvez pelo grão que é torrado para qualquer um dos três, ou talvez pela sugestão da côr, facto é que sempre os apreciei muito de um modo bastante idêntico.
Um dia acordei e pensei passar pela Deli para comprar um café para beber a caminho do trabalho, mas não me apeteceu café (estranho!), pior, o cheiro do café deu-me uma espécie de enjoo, uma sensação estranha nunca antes sentida.
Desde então não suporto café, só o cheiro deixa-me agoniada. Sofro, sofro muito, pois aqui no atelier, com quatro italianos e uma grega, fazem-se cafés o dia todo a qualquer hora…bah! Claro que a culpa disto tudo é do pequeno, ou pequena, que achou por bem que isso sabia mal.
Mas…e o chololate? Tenho ao meu lado uma tablete que vou dividindo pelo dia e que tão bem me sabe. A cerveja, não lhe toquei desde então mas por razões obvias, no entanto confesso que até bebia uma.Que será que existe de tão diferente nestas três delicias que me fez recusar apenas uma delas?

6 comentários:

DMNY disse...

bem, recusaste logo aquela que não te faria engordar de certeza... atenção ai com o chocolate, estamos entendidas??? quero uma gravida linda e que se consiga mexer!!

ss disse...

oh..........
um bocadinho nao faz mal a ninguem... acho bem!! nao quero o meu "sobrinho" emprestado a nascer de boca aberta ... :) :)

Claudette Guevara disse...

o teu baby sabe perfeitamente que o café é excitante, só pelo cheiro!
Inteligente, hein?

tu sabes que a cerveja não faz assim tão bem, apesar de não haver grandes maleficios.

O chocolate... esse satisfaz os dois, levanta a moral, provoca sensação de prazer o dia todo!

DMNY disse...

o' ss, ate parece que nao me conheces ;)

daniel disse...

Um comentário rápido (em jeito de circular) para os bloggers portugueses em NY: não percam o ciclo Performance Z-A organizado pela Storefront for Art and Architecture - até 16 de Outubro. Pictures please?
Link: http://www.storefrontnews.org/

Alice disse...

eu não tenho argumentos científicos que me fundamentem, mas acredito que os "apetites" das grávidas têm tudo a ver com os nutrientes que te fazem mais falta e estão no que mais te "apetece" comer.