29 janeiro 2008

Porque é que eu vim para Nova Iorque?

Por vários motivos!
O primeiro seria a vontade de ter uma experiência de trabalho for a de Portugal, uma boa forma de crescermos profissionalmente uma vez que estar fora requer um esforço extra que nos leva a um enrriquecimento pessoal.
O segundo porque Nova Iorque é uma cidade fascinante por concentrar um infinito número de culturas, pela sua população do mundo, e para quem estuda artes é um fascínio sabendo que aqui acontece tudo ou quase tudo neste mundo artístico.
Ainda assim, dentro deste dois motivos que poderia lhes chamar objectivos, haveriam mais cidades na Europa por onde escolher…a escolha pela ‘América’ acho que se prendeu pelo facto de cá ter os meus pais. Emigrados há uns anos, cá foram ficando como qualquer outro emigrante que vem á procura de melhores condições de vida, vêm por uns anos e vão ficando e ficando.
O terceiro foi portanto a família.

Mas há mais… Nova Iorque ainda faz parte do nosso imaginário fantástico e aqueles com um espírito aventureiro, mesmo que não seja uma grande aventura, desejam por aqui passar, viver por cá uns tempos, sentir esta cidade frenética na pele. Acreditem que se sente na pele, envelhece com mais rapidez, aqui tudo é mais rápido, para melhor e para pior!

Tenho a certeza que depois deve breve “post” me lembrarei de muitos outros motivos. Mas parece-me que estes são os essênciais.
(mais provas escritas para outros dias, a próxima será: “quais são as grandes diferênças a nível tecnológico que aqui tenho encontrado”)

4 comentários:

João Morgado disse...

E o principal motivo é aquele que não se consegue explicar por palavras...

;)

Phantom disse...

Acho que deve ser uma experiência fantástica. Também eu gostaria de um dia, brevemente se possível, rumar a outro país para trabalhar, só pelo facto se saber como é. Viver uma nova cultura :o)
Nova York é um dos sitios que gostaria mesmo muito de visitar. Quem sabe um dia...

almofada de penas disse...

Eu acho que não consigo explicar racionalmente por que motivo vim para os Açores... :) Foi alguma força inexplicável que me atraiu...
Podem ser sido as cores, os cheiros, as sensações únicas que se sente nesta terra... a sensação de paz... o silêncio... as forças da natureza...
Um dia hei-de escrever sobre isso :)

elisabete duarte disse...

Escreve-nos sobre os acores ... nao pode haver maior contraste entre a tua e a minha experiencia em termos de vivencia e lugar!