29 maio 2008

habitantes da cidade

Nova Iorque é totalmente diferente para quem não faz o horário regular de trabalho , ou seja, para quem pode andar pelas ruas e no metro ás onze da manhã ou pelas quarto da tarde, só para dar uns exemplos… e eu que achava que não haviam crianças e adolescents pelas ruas desta cidade. Quando vou ao supermercado aqui do bairro a meio do dia só se vêm idosos e lá para as cinco da tarde uma espécie de invasão dos miúdos das escolas a correrm para o metro, a pararem pelas lojas dos mcdonals e afins, passo a publicidade, aos magotes, falam alto, correm para trás e para a frente, de batatas fritas e refrigerantes nas mãos, mochilas gigantes ás costas, fardas da escola mal amanhadas. Avós babados que vão buscar os mais pequenos e os trazem de mãos dadas, um corropio de gente a atravessar aas estradas e a invadir os passeios e as carruagens de metro que se enchem de gritinhos estéricos das meninas e rapazes que catam o rap que toca nos seus fones.
E derrepente os habitantes desta cidade são tão diferentes.… coisas de quem está em casa há tres meses…ainda que a trabalhar!

3 comentários:

Carina disse...

Olá Elisabete,
já tinha saudades de um post teu ;-)
Claro que as prioridades agora são outras (acho muito bem).
Beijinho e um muito especial e fofinho para o Francisco
Carina

ss disse...

Eu nao te dizia mulher? Que NY era povoado tb por criancinhas? Na zona onde eu trabalhava eram 'as dezenas! beijocas linda.

Claudette Guevara disse...

Num outro registo, pareço eu quando comecei a trabalhar e a sair de casa de casa lá pras 8.30 da manhã.

Eh lá... - dizia eu - isto afinal é outra vida!

A dos que trabalham.