14 dezembro 2007

neve sobre fogo

Com a chegada tardia do Outono, as folhinhas não tiveram tempo suficiente para cair antes da neve chegar.
O espetáculo é o que se vê, neve sobre folhas côr-de-fogo! Lindo!
*
Mais bonito que isto foi o que vi ontem á noite, e pela avançada hora do dia não tive oportunidade de fotografar decentemente. Mas explico.
Durante o dia caiu uma neve granizada, rija e pouco bonita, muito perigosa pois o chão torna-se uma autentica pista de gelo. Depois choveu e fez muito frio durante o dia todo.
O resultado foi a congelação de toda a água e gelo, formando uma fina camada gelada sobre qualquer superfície e ainda um número infinito de pingos de água congelados, pois não chegaram a ter tempo de cair. Esta fina camada de gelo cobria tudo, cada ramo de árvore, galhinhos, folhas, plantas, grades dos quintais das casas, redes galinheiras…tudo o que possam imaginar tinha uma pequena camada de gelo que envolvia toda a superfície de cada elemento natural, ou não natural, e brilhava…tudo brilhava com as luzes laranjas dos candeiros da rua.Hoje de manhã, com o sol muito brilhante e as temperaturas mais altas, chovia das árvores em vez de ser das nunvens.

2 comentários:

Claudette Guevara disse...

Não precisei de fotografia! :D

Sara Aires disse...

Sempre me ensinaram que a inveja é um sentimento muito feio e que a dor de cotovelo doi mesmo...pois é agora se não fosse feio e não doesse eu diria que estou roídinha!;)